A Osteopatia é uma medicina não convencional de filosofia própria e técnicas manuais. Trata-se de um saber da área da saúde que surgiu nos EUA, com o doutor Andrew Taylor Still (1828-1917). O termo “osteopatia” tem origem no grego osteom (“osso”) e phatos (“efeito vindo do interior”). A Osteopatia tem como sistema de avaliação e tratamento uma metodologia própria e o objectivo de restabelecer (homeostase) a função das estruturas e dos sistemas corporais nele existentes. Ao incidir com as técnicas manuais e a sua filosofia própria de diagnóstico sobre os tecidos (articulações, músculos, fáscias, ligamentos, cápsulas, vísceras, tecido nervoso, vascular e linfático), procura restabelecer a mobilidade perdida e dar o equilíbrio de que necessita o sistema músculo-esquelético, nervoso, visceral e sacro craniano, mantendo a elasticidade do tecido conectivo em todos os seus sistemas. A Osteopatia está baseada em anatomia científica, na fisiologia, na biomecânica e na semiologia, entre outros. Não deve ser considerada esotérica, mas sim cartesiana. Não obedece a receitas nem a protocolos. Mas antes oferece um tratamento que se baseia em uma ficha de anamnese que inclui o exame clínico e na história clínica, levando-o a um diagnóstico de prevenção e compreensão de disfunções para o cuidado de saúde do paciente.

Associados Mutualidade: 35,00€
Associados REDEMUT e acordos: 40,00€
Particular: 50,00€

Médicos da Especialidade:

Oesteopata Sofia Caeiro

Horário

Por marcação aos nossos balcões.